Odonto Vista

T. +(351) 218 595 891

facebookyoutube

Toxina Botulínica

O produto e as suas aplicações

A toxina botulínica (botox-marca comercial) é um medicamento usado há muito tempo na Medicina Tradicional como por exemplo para tratar espasmos involuntários das pálpebras, da face e do pescoço, assim como a transpiração excessiva das axilas e das mãos e o bruxismo.

Mais recentemente, descobriu-se que esta substância aplicada correctamente tinha efeito de relaxamento muscular nos músculos responsáveis pela formação das rugas hiperdinâmicas.

Em Medicina Estética,a toxina botulínica é o tratamento de lifting mais utilizado no mundo.
Ele não apresenta nenhum risco sanitário e é de uma discreção total ,sem marcas,sem cicatrizes para resultados evolutivos e estáveis.

Em comparação, as doses de toxina botulínica utilizadas em Medicina Estética contra as rugas são muito reduzidas.

 

Caso 1 - ANTES Caso 1 - DEPOIS
01 botox antes Caso 1 - Depois

 

Toxina botulínica e as rugas…

A toxina botulínica trata as rugas de expressão da face através da diminuição da ação dos músculos cuja contração continua está na origem do agravamento das rugas ao longo do tempo.
O seu efeito centra-se, não no preenchimento das rugas, mas antes no relaxamento dos músculos da zona tratada.

 

A toxina botulínica não estica, mas relaxa a pele

Ao nível da testa a única solução que existia para relaxar o músculo frontal era a intervenção cirúrgica, muito utilizada na era dos liftings dos anos 80. Atualmente a Medicina Estética recorre à utilização da toxina botulínica ,proteína purificada que é injetada diretamente nos músculos que interferem na produção/agravamento da ruga, conservando no entanto uma mobilidade suficiente por forma a manter a expressividade da face.

O efeito “pele esticada” resulta da descontração do músculo que faz desaparecer as rugas.

 

Técnica

Trata-se de umas minúsculas injeções a alguns milímetros de profundidade, aplicadas de forma repartida sobre os músculos da testa, entre sobrancelhas e também no contorno de olhos para reduzir os chamados “pés de galinha”. É possível também levantar a cauda da sobrancelha ligeiramente, quando esta começa a apresentar-se descaída.
As agulhas são muito finas e a injeção é quase indolor.

 

Caso 2 - ANTES Caso 2 - DEPOIS
Caso 1 - Antes Caso 1 - Depois

 

Inconvenientes e riscos da toxina botulínica

Pequenas equimoses podem aparecer, mas este efeito raramente acontece.
Na semana que se segue é possível sentirem-se umas pequenas contrações na testa ou sensação de tensão. A mobilidade está diminuída mas não paralisada, tendo em conta as fracas doses administradas. Existem também por vezes algumas reações transitórias de tipo cefaleia.
Mal injetada por alguém não formado, a toxina botulínica pode paralisar transitoriamente os músculos não desejados da face, como por exemplo pálpebra descaída , timidez ao sorrir, sobrancelhas muito altas ou muito baixas.

 

Resultados e manutenção

Ao fim de 4 a 6 dias, os efeitos da toxina são visíveis: alisamento espontâneo da metade superior da cara. A testa fica mais lisa e perde o seu carácter severo e triste.
Os pés de galinha diminuem consideravelmente. Ao princípio o efeito das injeções diminui depois de quatro meses. É necessário renovar a sessão, bem como depois da segunda sessão. Em geral, estas 3 sessões dão em seguida um efeito sobre as rugas considerável durante 6-10 meses.

 

Contacto

Odontovista – Clínica Dentária
Av. República da Bulgária, Lote 15-3ºB
1950-375 Bela Vista – Lisboa
T. +(351) 218 595 891
M.+(351) 969 304 393
Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.
www.odontovista.pt

Siga-nos

Dados Técnicos

Mapa do sítio
Odontovista © 2013 | Todos os direitos reservados